quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Trecho libertados e Ano Novo!


Minha vida é como o fim de tantas outras vidas, eu ando para a luz, seguindo você, sem pensar no que fazer, eu estou submissa nas suas palavras, e tudo o que eu quero é está com você, e os dias passam lentamente, mostrando toda essa minha vida presa em correntes, eu preciso me libertar para gritar, eu preciso me libertar para voar, eu quero poder usar a asas que um dia eu ganhei, eu não quero desistir de toda essa loucura.

Eu só quero gritar, quebrar as correntes e me libertar.
Quero encarar o seu rosto, de forma livre, e poder correr sem medo.
Quero está perto de seus sonhos, quero sentir o seu corpo.

Deixe as estrelas flutuaram em seus sonhos insanos, oh eu preciso da liberdade, deixe que a vida se faça luz, não importa onde essa luz esteja.

Veja as coisas estão se perdendo entre leves toques, entre a música alta e a luz que você pode ver, feche os olhos, só abra quando sentir a emoção, então largue o seu corpo, e se jogue nesse desconhecido, a vida é essa aventura dourada.

Sinta a liberdade batendo em seu corpo, envolvendo toda a emoção, são como as batidas de uma bateria, ou o som pesado de uma guitarra, te deixando louco entre as notas dormentes, que tocam descontroladamente dentro de você.

Sinta essa liberdade que está em você, se solte de todas as correntes, porque eu esperarei que tudo isso se acaba, para que eu seja novamente livre, para que sejamos livres.

Ariane Castro

P.S: Ouvindo Paramore, eu fiz em trechos depois eu vi que combinava uma coisas com a outra e acabei formando um texto.
Atualizei aqui também:
http://contosdellabelle.blogspot.com/


FELIZ 2010, desejo tudo de bom para todos.

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Dor e o medo! ( O meu caminho...o seu, o nosso ou sei lá )


Toque as nuvens com os dedos cheios de esperanças, e não deixe de procurar a paz,
Mesmo que a morte e o medo esteja em todos os lugares, e você pode senti-los, apenas você pode senti-los
Entre em contato com o mundo, talvez o seu mundo, aquele que ninguém pode ver, a não ser você mesmo
Ande por ruas escuras, que você ainda não conhece, e sinta o prazer no medo, e sinta a dor na descoberta
Mude a sua direção quando tiver vontade, quando já não tive medo
Vai e não volte, apenas siga em frente
O tempo é tudo que você tem, e você sabe que cada palavra é apenas mais uma lágrima
E você sabe que cada passo, é apenas mais uma parte cortada
A dor faz parte de tudo que está em você
E você sente o gosto de sangue, e você pode ver o vermelho
Entre os degraus que te levam para cima e para baixo
E a estrada é o que você deve seguir e ela está na sua frente
Não tenha medo da dor
Ela faz parte de tudo, para você entender o que é viver.

Ariane Castro

P.S: A música que eu estava ouvindo no outro post Couer De Pirate, e a música era Comme des enfants, eu não lembro da letra, então ela nada deve nenhuma referência ao que eu escrevi, eu apenas adoro criar com música.

O Post de hoje, eu fiz ouvindo Evanescence.
Roubei a imagem de algum lugar que não me lembro

Eu postei no outro blog:

http://contosdellabelle.blogspot.com/

sábado, 26 de dezembro de 2009

Café, almoço e jantar!


Traga o café na cama, porque a manhã é nossa, deixa eu ouvir os seus pés tocar o chão do meu quarto, deixa o perfume da sua pele no meu corpo, deixe ouvir a sua voz sussurrando para mim, deixe que as palavras fiquem todas entre as quatro paredes, e não esqueça de voltar para o almoço e para o jantar.

Toque a minha pele de forma gentil na hora do café, beije os meus lábios na hora do almoço e faça parte do meu jantar.

Faça que a hora pare, faça que os dias não se acabem, faça com que eu não me iluda, faça que Janeiro seja Fevereiro, faça que as coisas não mudem, cuide de mim e dos meus beijos, cuide de mim e de todas as minhas palavras, não deixe que elas morram, não deixe que elas se movam.

Ariane Castro

P.S: Acabei decidindo postar, estava ouvindo música francesa e tive vontade de escrever algo, e ai está, também postei no meu blog de contos:
http://contosdellabelle.blogspot.com

Beijos e obrigada a todos!

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Feliz Natal, hohoho!



A imagem não está das melhores, mesmo assim feliz natal gente, e não ando postando nada, só que lá para Fevereiro devo postar, algo para falar. Fiz um novo blog, que irei colocar contos, fiz a primeira postagem hoje nele: http://contosdellabelle.blogspot.com/ .
Beijos e logo visito o blog de vocês

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

O prazer


"Tocar o corpo lentamente, deixando que as mãos atravessem as suas curvas, fazendo
que o seu e meu corpo tremam, e só possa ouvir os sussurros, que as bocas se encontrem a onde elas
se desejam, que as mãos se percam na onde elas precisam, que a coxa aperte e que as unhas
arranhem, que a sintonia dos corpos sejam uma, e que a música invisível toquem o
silêncio.
"
O corpo que se mexe
Deixa vago as palavras
Da mão que te toca
Da boca que te come
Das coisas que não te digo
Das coisas que te enrolam
A imaginação que alimenta
O sonho que consume
Os dias que se perdem
A luz que não some
Da música que não te entende
Das paredes que não sonham
Dos sussurros que te digo
Das mordidas que te deixo
Das vezes que não te vejo
Quando não se acaba todo esse desejo!
E de todas as outras vezes que não existo
Que sou mero desejo, brisa quente
Fogo de fogueira, que queima e que apaga
Depois de tanto se consumir
Entre os lençóis de camas que outrora fizeram tanto sentidos
E agora só são vagas lembranças


'lla belle

P.S: Prefiro não opinar! Não sei da onde é a foto!

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Lembrança sua!

Imagem de : http://meme.yahoo.com/carol_lima/

Quando a chuva toca o telhada batendo de leve, penso em tantos momentos intensos que até sinto um pouco de medo de perder a cabeça lembrando de você, me sinto rendida, perdida de vez, em tantas coisas que você me disse, seu sorriso em minha mente não me deixa em paz, e eu deito no chão, olhando para o teto, tentando esquecer de seu rosto.

Vivo lembranças de outras pessoas para te esquecer, percorrendo caminhos que você jamais poderia fazer, uma poetisa, de palavras falhas, uma poetisa perdida nos emaranhado de seus cabelos, o entrelaçar do seu corpo ao meu, não sai da mente, não há o que fazer, não há para onde ir.

A música embala tudo, me fazendo adormecer, só que nos meus sonhos você está lá, e esta tão linda como só eu posso lembrar e querendo me dar o seu amor, de forma que só você sabe fazer, o que eu posso esperar, e eu não posso negar, que meu corpo se movimente orientado pelo seu, e que minha essência é tão tua, quanto o meu coração.

Joguei fora meus sapatos velhos, joguei fora todas as minhas roupas tentando te apagar, coloquei o cachorro para fora, e durmo de luz acesa, tentando não criar a sua imagem tão familiar, só que é impossível, porque você está dentro de mim, e não tem o que eu possa tentar para que você suma de tudo que eu faça.

Larguei a esperança da sua volta, quando eu acordei e abri os olhos para o real, e deixei a loucura de lado, dormindo e sonhando, vivendo e sofrendo, querendo e te amando, não podendo e mesmo assim te desejando a todo instante.

(Ariane Castro)


P.s: Gente tá complicado postar, tá complicado pensar, e to sem tempo para comentar no blog de todos, só que vocês sabem que amo a cada um, e sei o quanto vocês realmente são maravilhosos.

Hoje escrevi esse texto ouvindo: Coeur de pirate - C'était salement romantique ( Me deu vontade de compartilhar isso *-* )

Esses tempos eu fui a minha primeira vez no teatro, foi lindo!

Minha vida está tão louca, de uma maneira confusa que seja ser engraçado, mesmo assim vou vivendo nesses trancos e barrancos.

Beijos
Voltem sempre!

sábado, 14 de novembro de 2009

Modelo Perfeito


Arranquei todas roupas que você me deu, tentando mostrar que não sou o seu modelo perfeito,feito com roupas soube encomenda para todos aqueles que desfrutam da falsa perfeição.
Eu atirei pedras nos carros só para te provar que não sou nada disso que você pensa.
A minha realidade estava todo esse tempo escondida em mim, você viu o que queria ver, não tenho culpa de que você agora pode ver a pureza nos meus olhos, eu sou sim o demónio de asas, não me culpe por ser real, me toque eu tenho certeza que não irei desmanchar, minhas palavras são doces, mesmo você sentindo elas tão amargas.
Agora sabe que eu não estou morrendo, em momentos dourados, eu estou vivendo, em eternas luzes escuras, e você não sabe onde eu estou voando, não sabe quando minhas asas negras vão pousar, deixa te mostrar um mundo novo, onde ninguém liga o que é perfeição, onde até quem não pode voar estar em casa.
Arranque suas roupas, sinta o ar, fique livre, deixe-se voar, deixe-se levar, o mundo está aqui fora, não tenha medo em ser o que você sempre foi em seus sonhos, tão desejos.

( Ariane Castro )

P.s: Desculpe a demora, o meu tempo tá todo louco, as semanas estão voando, coisas acontecendo hoje, deixo vocês com esse texto ai, espero que gostem gente.

Preparei mais coisas, só que não vou me precipitar, só o tempo dirá se eu vou posta-las!

Beijos para todos.

domingo, 1 de novembro de 2009

Você.



Como flores no jardim dourado,
Eu te vi prateada,
Diferente de tantas outras,
Eu só desejei você,
Era como não respirar,
E o chão não tocar,
Porque perfeição é mesmo isso

É a beleza que ultrapassa o tempo
A ternura que vem do olhar
É o corpo que se movimenta devagar
É todas as cores, com você se sobressaltando
É você em qualquer lugar
É você andando em minha direção
É você em meus sonhos
Quando eu vou parar e te tirar de lá?
Me responda, antes que eu fique sem ar.

P.s: Resolvi postar hoje de novo, eu to precisando conversar sabe, conversar, com o que eu guardei esse tempo que não pude escrever, não tá dos melhores, só que dá para o gasto.

Obrigada aos meus seguidores

Beijos

sábado, 31 de outubro de 2009

Segura de mim!


Se o tempo parasse eu juro, eu não choraria pela a sua ausência
Eu deixaria a chuva cair lentamente no tapete
Fecharia os olhos apenas para poder te encontrar em minha memoria
Viveria os dias cinzas, todos azuis para te encontrar pelo meu caminho
Deixaria você ir, apenas para te ver sorrir
Não andaria descalço, para não sujar o pé, ou para não pisar nas pedras pelo chão
Eu deixaria as coisas de lado para ver o sol
Eu deixaria as coisas de lado, para te ver sair pela porta

(Ariane Castro)

P.s: Gente desculpe a demora, sem tempo para postar, só que como sempre vou visitar vocês, quando vai dando, espero fazer postagens cada dia mais, eu não sei como ficou eu estava ouvindo uma música, e me veio isso, espero que gostem, todos estão no meu coração gente.

Beijos

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Realidades das mais reais



"Eu estou sofrendo, e a dor é tão grande, que eu já não sei como eu posso suportar."

Meu coração partindo em tantos pedaços, que já não há como eu possa reparar
Pedaços que vão se perdendo eu meio ao vento que corta as ruas por aonde eu vou
Me jogo pelas calçadas tentando não ouvir voz alguma
Tentando esquecer os meus pecados pelas janelas que não consigo abrir
E mesmo assim tudo está aqui, e quando eu corro e apago, tudo parece cair sobre mim

A pausa e a dor de tudo se intensifica a cada segundo, e eu acabo sempre chorando
Tento esconder os meus fantasmas em caixas douradas, só que eles não querem entrar
E as chaves das portas não funcionam, e eu não posso me trancar

O sol se apagou, as estrelas caíram e a lua já se foi
Os anjos me deixaram e não mais voltaram

Eu caminho com os meus joelhos a doer
E a cada respiração a mais eu não sei o que fazer
Às vezes eu me desespero e grito no silêncio
Tudo bate e cai só que nada de alguém se mover

Deito no chão sentindo o frio dos azulejos, conto as estrelas que não existem mais
Ao som de músicas que me fazem lembrar de tudo que eu já quis fazer
Os sorrisos ecoam na minha mente lentamente me fazendo lembrar de tantas coisas boas
Que algo me remete a você e no meu amor que ainda não se desligou,
Só que algo de você que era tão bom, morreu dentro em mim
E você não pode fazer nada porque você não está aqui
Agora sei que dificilmente você estará e quando eu sonhar, apenas será eu meus sonhos que eu posso te encontrar.

Ariane Castro
P.s: Que as palavras me ajudem, porque a coisa tá complicada.
Desculpe se me estendi com o texto, só que a emoção foi mais forte.
Beijos

sábado, 3 de outubro de 2009

Sonhar



Eu vi nuvens douradas que me faziam sonhar, com sonhos puros e mais inocentes que eu poderia imaginar, acordei e guardei meus sonhos dobrando devagar, andei pelas ruas devaneando querendo voltar a sonhar.

Ariane Castro

P.s: Imaginação é tudo.
Então vou deixar vocês imaginando.
Adoro todos
*-*

Voltar é sempre bom!

Tirei a imagem daqui: http://meme.yahoo.com/carol_lima/

Essa postagem, não vai conter nenhum texto poético, ou alguma coisa to tipo, será um pedido de desculpa pela a demora, e quero que saiba que eu fiquei muito mal, porque ficar todo esse tempo sem computador, apesar de fazer 18 dias, que postei, eu fiquei sem computador por um mês, e com a morte do meu PC, perdi algumas coisas, não tantas, só que perdi as postagens, que faria logo, e com a vinda de um novo PC, eu ainda preciso voltar a escrever, não sei quando, só que logo terão minha visita em seus blogs ainda não sei quando, só posso apostar que breve.
Eu falei que não teria nada de poético só que é complicado, só colocarei uma frase então:

“Dos dias turbulentos e obscuros, me sobraram a escuridão que cultivo lentamente, tentando não sucumbir a eterna solidão” ( ah? )
Dando continuando ao post, ando tendo muitas diversões, fazendo uma porção de amizade, to um pouco triste, porque perdi um post que queria muito fazer, estava planejando ele fazia algum tempo, só faltava a foto, agora achei a foto perfeita e já era não tem como eu fazer, só um post novo, que ainda não sei quando vou fazer sobre esse assunto.

Em breve o post dedicado ao pessoal do play *-*

Beijos

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Mundo e desejo!


O mundo acabaria se eu tocasse os seus lábios com amor, e eu deixassse o mundo te levar, porque entenda esse mundo é louco, e meu coração só saber te amar, e séria muito abuso eu deixar o meu corpo de ti se separar.

O mundo acabaria por completo se eu não encontrasse nos seus olhos, todos os meus sentimentos por você e o meu saber de toda a compreensão que não posso te ter, e a dor por sua vez perfurasse o meu coração.

Tudo acabaria por fim, se eu olhasse, e visse, que alguém está te tocando e te abraçando,onde o meu corpo deveria estar, e que tem uma pessoa ao seu lado que mal sabe te amar, que ele te quer apenas para brincar. Enquanto meu peito cresce e incha querendo apenas mostrar todo o sentimento que posso te dar.

Sente-se comigo que eu te quero para conversar, e observar e ficar para sempre á te contemplar pelas linhas do tempo, pelas curvas das ruas, pelo todo sempre, de toda essa loucura.

P.S: Um tanto insano!
Eu to tentando voltar, só que o pc não quer deixar, ele só liga porque quer, ficou quatro dias sem ligar, e hoje do nada pegou Oo
Então eu não sei direito o que vai acontecer.

Beijos

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Brasil que não é brasileiro!


Imagem da internet

"Me pego no velho, procurando o novo, me vestindo, me despindo não sequer se importando."

Faz tempo que o Brasil não é verde e amarelo, que nem os Hinos sabem cantar, que falamos "my heart", "my love" e é isso que estamos a escutar.

Faz tempo que eu vejo alguém gritar palavras inglês, que todos já sabem perfeitamente imitar, que preferem o Obama, a o Bush, e que de Luiz Inacio Lula da Silvia mal ouviram falar.

Faz tempo que os filmes são só internacionais e que galã é só os estrangeiros, que MPB é música ruim, e que boas são as músicas americanas, inglesas, que muitos não sabem nem o que ela diz por completo, porque no fundo ainda se acha um Brasil, onde?...Eu não sei.

Faz tempo que o Brasil é independente, e que toda essa gente está preso no que diz, que todos sabem, que estamos oprimidos, por ser este Brasil, que somos um negócio podemos crescer, e crescer, só que algo não está a desonvelver, pois o país do Carnaval, do futebol, não sabe o que diz, está carente da própria língua, rodeadas por linguagens de outro país.

O Brasil deixou de ser Brasil, para ser BraZil ou algum outro país que eu ainda não sei.

Ariane Castro

P.S: Eu disse que ia postar duas vezes, talvez até mais, eu estava pensando em algumas coisas e decidi escrever sobre o Brasil, o meu Brasil, é claro que sei que deixei de falar de muitas coisas como das praias, caipirinha, porém eu sei de tudo isso, mas o que eu queria dizer, está bem ai.

Desculpem ainda não to podendo fazer as visitas que tanto me inspiram nos blogs de vocês.

Obrigada gente!

Achei o texto mais ou menos!

Beijos

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Preocupações

Imagem da internet

"Quando as palavras precisam se forçar e demoram a chegar, a dor que bate é quase totalmente frustrante, quando penso que estou em um caminho, estou seguindo para outro, não me culpo do passado, só sou rainha do meu futuro."

Perturbações e dores à parte, o que eu quero é diversão
Pular de uma ponte, em queda livre, e quase não sentir o puxão da corda, me mostrando o que é vida real.
Parar de dormir sofrendo, e viver sonhando para cair na realidade, crua e nua.E ainda conseguir rir de todos, de tudo e de nada.
Eu quero poder sonhar com azul, verde, rosa e amarelo, não ter que pensar em ausência de cor, eu quero o que eu quero, e quero gritar para o mundo, se sou louca, ou poeta, pouco importa, faz viagem pela mente.Quando encontra algo decente ou não, eu escrevo, por pura necessidade, vaidade ou brevidade, eu já não sei.

Sonhei sonhos proibidos
Com rostos que não posso lembrar
Toquei em pele macia que me faziam arrepiar
Acordei na procura de seus olhos
Na procura do seu corpo
Encontrei cama fria
Com coração pulsando
Levantei com as pernas funcionando
E fui vivendo reclamando.

Ariane Castro

P.S: Acho que essa semana posto duas vezes =O
Eu quero mudar o meu layout só que tá difícil!
Obrigada aos 41 seguidores
Desculpe a demora

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Histórias

Imagem da internet

Histórias são palavras diversas, de coisas que não me atrevo dizer, são sonhos perdidos para tanto como para mim, como para você, são realidades alternativas, com palavras reais (irreais talvez, eu já não sei ), tocando o falso e o verdadeiro, em segundos alternados, disfarçando se escondendo em sua mera casualidade.

Histórias atrevidas, de coisas varridas, de shows e programas, de novelas ou filmes, de mudanças ou esperanças, de criatividade ou de futilidade, são coisas esperadas, contadas, sopradas, são muitas outras coisas que eu já não sei, que me perco vendo o fim do começo, e me perco vendo o começo do fim, que não tenho meios, que estou ali e aqui.

Histórias são rascunhos de coisas que não me atrevo dizer, que escrevo de olhos fechados, e que rezo ao anoitecer para que palavras douradas possam acontecer.

Tantas coisas para se ver, tantas coisas para se ler, não corra, não se iluda em realidades inexistentes de histórias doces ou indecentes que jamais você realmente poderá compreender.

Ariane Castro

P.S:
Desculpe a demora, estou com saudades de todos, só que não posso responder.
Beijos, e espero que gostem.
Adoro todos de coração!

domingo, 16 de agosto de 2009

Libertação!

imagem da internet

"Os ventos são outros, os tempos passaram, agora levanto meus braços e me liberto de toda essa realidade... "

Eu queria poder dizer que eu estou feliz só que não estou, quando estou andando já me sinto caindo, e já não sei o que estou fazendo, minha memória que falha me assusta, quem é esta pessoa no espelho ?

Perdida?...Desorientada?...Já não sei quais são as palavras que devo usar.

Agora eu vou e ando firme, me jogo ao vento e me perco ao todo, já não importo com o que possa acontecer, já não me importa nada disso que eu sempre me preocupei, não quero nada de irritação, poderia viver a vida de bico, de cara feia e fechada, só que isso não me chama atenção, poderia deixar o tão pouco tempo que tenho dela passar para trás, deixar a vida
passar apagada, sem graça e sem luz, apenas cheia de queixas, só que eu quero mais, muito mais do que isso, eu quero é estar viva, com tudo de bom que mereço, eu quero é desfrutar dos pequenos prazeres de toda esta minha vida que me resta, eu quero azul, verde e amarelo, eu quero ir na praia, correr na chuva, andar descalço no molhado, eu quero beijar na boca, eu quero dormir abraçada, dizer eu te amo para mundo todo ouvir, eu quero viver uma vida inteira, em vinte e oito segundos, eu quero fazer tudo valer a pena, em quatorze segundos, eu quero te ter nem que seja apenas por sete segundos para poder ter o resto da minha vida feliz.
Ariane Castro

P.S: Desculpe a demora, só que os problemas ainda estão persistindo!...E essa situação está me matando!

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Sorry



Gente, eu queria me desculpar porque me computador tá com uma série de problemas, primeiro meu msn não pegou u.u, até a tudo bem, eu mexia, no blog, e nas outras coisas que eu tenho normal.

Eis então que meu mouse quebra então, não tenho paciência, e diga de passagem, to economizando dinheiro, e não posso pedir para minha mãe, então vou ver se posto uma vez por semana, não sei o que vou fazer.
Com isso só tenho que pedir desculpa a todos que vem visitar o meu blog, e eu não comento de volta, o problema é que to tipo sem computador.

Beijos, para todos e me desculpe mesmo
( Quando der volto com força total )

domingo, 26 de julho de 2009

Dark Angel



"De toda bondade o melhor é a maldade, que todos temos que ter."

O fogo que eu joguei no céu, só agora que pegou, a demora já fazia eu desacreditar que o fogo no céu não iria pegar, que jamais iria conseguir ver os anjos, nessa hora de lutar.

Eu estava calma, vestindo uma roupa qualquer, e era claro All Star velho no pé, fiquei caminhando enquanto olhava para céu, o azul que ele tinha, agora não se encontrava em lugar algum.

Era quase como a aurora boreal, as cores se misturando, entre o agora e o que é irreal, eram as cores do fogo, marcando o céu, na verdade estavam dominando, entre o azul céu.

Deitei no chão tão entediada, que já não poderia esperar, dei o tão esperado sinal de lutar, e todos puderam atacar sem medo de se perder, eu já não sabia o que devia fazer, olhar ou apenas lutar para esparecer.

Minhas forças eram tamanhas, que eu não quis me levantar, fiz o meu trabalho mal sem acordar, era tanto sangue e pena que eu já não sabia o que iria acontecer, quem iria ganhar essa batalha até o entardecer.

Meu sorriso de escárnio tingia o meu rosto sombrio, sai caminhando deixando a guerra para trás, afinal eu sou o anjo da discórdia e para mim tanto faz ao fim quem ganhou ou quem não vai voltar nunca mais.


' lla Belle

P.s:
Eu não estou criativa, tudo que eu escrevo entrou meio que em férias, tem dia que aparece, tem dia que não, enfim, a lla Belle, quer escrever, eu vou deixar, prefiro não enlouquecer, ainda to sem tempo, tá difícil.Beijos para todos. E sei lá porque ela escreveu isso.

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Milhares de selo!

Nossa, gente milhares de selo aqui, isso que dá , obrigada para quem me indicou, obrigada mesmo, e pensar, que quando eu fiz esse blog eu não esperava tanto, que essa conta foi criada para um outro blog que eu tinha, e quando criei esse não achei que ia dar tão certo.

Beijos e obrigada, e desculpe acredito que por esses dias não vou postar, e não vou entrar muito, então aos blogs, que atualizar, só poderia ver segunda-feira ( acho ), então desculpe para todos.
Quem me indicou: http://desirestreet.blogspot.com/ ( digamos assim )















Regras:

1- Postar o selinho e as regras
2- Responder às perguntas:

- Uma música mágica: Thinking of you - Katy Pety ( Or Equalize - Pitty )
- Um filme mágico - Cidades dos anjos
- Uma viagem mágica: Quando eu fui para Porto Seguro *-*
- Um acessório de maquiagem básico: Meu Gloss


3-Indicar o selinho para 5 blogs mágicos: No fim


Regras:
1- Exibir o selo no blog
2- Postar as regras
3- Citar três motivos de doçura e elegância:





- Não ter preconceito
- Amar o próximo ( no sério)
- E não poluir

4- Indicar no mínimo três blogs que você considera DOCE e ELEGANTE, sem esquecer de postar o link e avisá-las!


Regras!

- Divulgar o link do http://cupcakerock.blogspot.com/

- Diga seu doce predileto: Mousse de maracujá
- Diga sua música predileta: Wake me up when September ends - Green Day (Entre outras várias)




Regras:
Postar cinco características minhas, 5 desejos, e indicar o selo para 5 blogs!

Características: Louca, sem paciencia, ironica, teimosa e desligada.

Desejos: Ser uma grande escritora, comprar todos os livros possiveis, e cds, ficar com quem eu amo e viajar pelo mundo.




Regras: Postar 5 sonhos impossíveis e passar para 5 blogs.

- Morar com a Angelina e o Brad *-*o/
- Conhecer o Elvis
- Aprender a voar
- Virar uma cantora ( esse é o mais impossivel )
- E falar todas as linguas do mundo \o/
Vou indicar tudo junto, fiquei pensando, indico todos os que comentaram minha ultima postagem. o/
Só isso.

Beijos

"Procurar um caminho nas pedras é como achar aquilo que já não existe."

Ariane Castro ( sei lá porque escrevi isso =O )

quarta-feira, 22 de julho de 2009

O que importa?

Imagem da internet

Dias chuvosos e frios, escondem a verdade do mundo, entre o preto e branco, e as calçadas vazias, meu corpo se move tão lentamente para aqueles que observam de longe, acabam por acreditar que eu estou parada em alguma outra realidade, e que eu não quero viver, quando estão todos enganados porque o que eu mais quero é viver, viver a minha vida, viver o meu amor, viver e viver, apenas isso.

Enquanto ando meu coração bate tão lento que todos os médicos atestam que eu não irei duram muito ou seja que simplesmente minha vida está escapando entre os dias que se arrastam, que parecem não conter um fim, só que é um leviano engano, eu estou apenas vivendo em meu passo, em meu passo enfim.

Meus passos são lentos, porém são os meus passos que estão me guiando, eles estão indo, em uma linha reta, movidos pela sua própria inspiração de algo que eu não tenho explicação, eles vão indo com os meus sonhos, e vão buscando completa-lo.

Ariane Castro

P.s: Sem criatividade.

terça-feira, 21 de julho de 2009

Águas turbulentas


Águas que se movem
Com barulhos que me fazem acordar
Barco que desliza pela pele
Me fazendo arrepiar

Viajo em pleno sono
Com sonhos lindos que não quero acabar
Cravo minha mão no peito
Para não sangrar

Eu ando entre eles
Vendo nossas cenas de amor
Eu faço sexo com a mão
Vivendo apenas pelo teu sabor

Desmaio no prazer do gozo
Da sua boca tão delirante
Beijando todo o corpo
Estando tão hesitante

Eu te sinto como parte de um só prazer
Viva na minha casa, e durma nos meus lençóis
Me toque no meu intimo de um jeito que só você sabe fazer
Viva na minha casa, e durma nos meus lençóis

Venha me saciar de uma só vez
Não deixe que o sonho acabe
Não deixe que eu me iluda
Balance com o balançar do barco
Nesta noite escura

'lla Belle

P.s¹: lla Belle, quando ataca é algo fora de mim, eu não a controlo, e não compreendo ela em nenhum aspecto, desculpe se ficou um pouco forte.

P.s²: Eu e meu amigo na foto, e o poema não tem nada a ver com ele, apenas tive a ideia de colocar essa foto ( Erick, te adoro menino ) !

P.s³: Eu tenho que postar uns selos, só que ando com preguiça, e ando quase o dia todo fora, então só entro, embarco em escrever, posto e vou ver alguma coisa interessante em alguns blog, e saio do pc.E estou lendo pela terceira fez um livro chamado "As pedras não morrem", primeira vez esse ano, não sei o que vejo tanto nesse livro.

Beijos e obrigada aos 35 seguidores!

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Anjos


Quando precisar de mim, apenas grite que logo estarei por perto, mesmo que seja no seu peito, ou apenas na sua imaginação.Feche os olhos e apure os seus ouvidos que irá ouvir a minha voz e o bater de meu coração.

Não importa como você estiver, triste ou feliz, eu estarei aqui de coração aberto, para juntos sorrir, ou chorar, para falarmos besteiras ou não, para sermos sérios quando necessário, para não dizer nada quando preciso, para apenas ouvir ou falar desesperadamente, para sábados, domingo, feriados ou qualquer dia da semana, do mês ou do ano.

Eu estarei aqui nos dias chuvosos, nos quentes, nos dias sem nada, nos dias sem graça, no outono, no inverno, primavera, no verão, porque o meu amor é forte, e te segue em qualquer lugar, no asfalto, na terra ou no mar.

Amizade é amor incurável, é um amor imortal, quem é amigo de verdade, jamais esquece, até na ausência das palavras, ou na distancia do corpo, amigo se fortalece apenas no saber que tem um outro alguém em algum lugar, torcendo, sofrendo, sorrindo, nas vitorias e nas decepções alguém que se pode contar para todas as horas da vida.

Ariane Castro

( Só isso que eu queria dizer mesmo. Na foto eu e minhas duas primas *-* , obrigada para todos os meus seguidores)

domingo, 19 de julho de 2009

Transgressora do mundo


Tantas coisas para se dizer só que rapidamente, a minha mente vira e tudo muda, ela se abre, querendo explodir em mil pedaços, e mim significados e sentimentos, ela não tem mais caminho, ela está perdida em mim, esta perdida em tudo que aconteceu comigo, está perdida aqui e lá também, nada e nem ninguém sabe ao certo, onde ela está, ou até mesmo o que eu grito.

Regulando as minhas agonias, e esquecendo os meus breves sonhos, saltando dentre os muros, e mundo, eu razoavelmente estou indo para algum lugar dessa vida, otimizando aquilo que eu quero para mim, mudando minhas concepções básicas, unindo a minha mente com de outro alguém.

Nada está como eu planejava, eu estou dormindo em horas esquecidas, eu estou fechando os olhos em pedras em pleno inverno e quando eu acordar já será verão.

Ariane Castro

{Escrevi o texto assim que acordei então talvez tenha palavras sonolentas que não deveria, porém dessa vez como ainda não encontrei minha criatividade tive que usar algumas coisinhas para escrever, e nesse texto não tem nada demais, acho que foge de mim e de todos os meus sentimentos, caminhando por outro lugares e pessoas que eu já não sei. Eu não ganhei nada no Postit com a postagem de ironia =x, pessoaaa na foootoo minha super amigaa! }

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Escrito nas estrelas!


"IRONIA OU NÃO EU VOU SEGUINDO MEU CORAÇÃO (?)"

Tão pouco nasci e já ouvi minha mãe dizendo:
"- Para com essa ironia menina". Eu não sabia o significado dela, e demorei um pouco a saber, mesmo sendo cercada das melhores e das piores formas de ironia, que eu mesmo fiz questão de criar ou copiei de algumas pessoas das quais não me lembro, ao longo do tempo mesmo sem saber o que era.
Hoje o conhecimento da palavra, até quando é tocada me faz sorrir, porque tudo parece incrustado em mim, é bem engraçado como algumas pessoas tem talentos para uma coisa, e para outra não, e para mim ironia é assim, quando eu vejo eu já fiz é algo normal, é claro que teve uma época, que de cinco frases que eu falava seis era na ironia, só que hoje eu sou uma pessoa tranquila nesse aspecto e me controlo ao máximo.
Como uma experiente nesse assunto acredito que ironia, é uma forma de expressar raiva, ou uma forma de defesa de quem não quer dizer muito, e com isso se torna uma pessoa um tanto rude, que esconde algum motivo, ou acha aquilo tão óbvio que se enfurece com facilidade, muitas vezes podemos ser irónico quando não percebemos, e no meu caso, por ser um ''pouco'' irónica, tenho amigos que acham ironias no ar, quando eu não as faço, esse é o lado ruim de ser irónico.
Uns querem matar os irónicos, só que no fim todos acabam usando ou já usaram a ironia na vida, isso é uma realidade no mundo, e na vida de todos, acreditem!
Tem alguns momentos que é melhor usar ironia do que dizer palavrões ou parti para uma agressão física, só que devemos usar ela com moderação porque é como tudo na vida, se você usar demais, banaliza, perde a graça ou simplesmente acaba.
Bem, só para acabar um viva para mim, a rainha da Inglaterra! (¬¬)

Ariane Castro

( Primeira vez que escrevo um texto para uma competição, espero que gostem.Beijos, ganhei uns selos, logo posto! )

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Compreender/Selo


Quando eu já estou compreendendo o que o mundo quer me dizer, eu descubro que não é nada disso que eu estou pensando.
Eu já sei que sou uma pessoa de muitas palavras porém guardo as mais importantes para depois, sou como um livro fechado, que parece para algumas pessoas totalmente aberto apenas na sinopse, só que quando aberto, sou um mar de surpresa, das mais diferentes possíveis.
Todos temos historias e vivemos meio que em trancos e barrancos, muitas vezes mais barrancos e trancos do que deveríamos ter, ou é assim que pensamos.
Eu já tive muitos problemas apenas com minhas manias, eu já tive muito problemas, na rua, em casa, e em outros lugares, só que o pior problemas é com a minha gula com o tempo, que agora já tento diminuir com um regime forte, que parece funcionar.
Agora eu vivo um dia de cada vez, porque me sinto cansada de querer tudo de uma vez só, sabe de correr atrás do ouro, quando não é hora, e deixar tudo que realmente importa em terceiro lugar, apenas porque estou vivendo ansiosamente todos os dias de uma vez.
Muitos acham que eu fiquei louca, só que agora me considero normal, agora eu estou realmente vivendo as vezes, não todo o tempo, porém estou vivendo bem mais do que antes, e é isso que me importa, é isso que importa.
Aprendi tantas coisas em dois anos que poderia escrever uns dez livros, apenas para começo de conversa e no fim ainda não teria conseguido explicar nada completamente, porque é um conhecimento de uma pessoa só.
Pode parecer cómico, ou até não, só que o tempo modifica tudo, e isso as vezes é bom e as vezes não, todo dia alguém muda, ou algo muda, querendo ou não é a vida, aprendemos, erramos, lutamos, sorrimos, choramos fazemos isso tudo junto, e tudo separado, uma vez no dia, uma vez no mês, ou uma vez ao ano, é tudo relativo de cada pessoa.
Nesse meio tempo aprendi, que eu posso amar, e ser amada, e que posso amar como eu quiser, do jeito que for, eu posso amar, o que importa no fim entre as dores, é apenas as lições que iremos carregar para nossa vida toda.

Ariane Castro

{ Me alonguei com o texto, não sei como escrevi isso, antigamente eu sabia da onde saia minha inspiração, agora as coisas estão vindo eu apenas escrevo elas aqui, eu pensei em escrever outras coisas, totalmente diferente, só que minha mente não deixou e me levou por outro caminho, espero que gostem.Beijos e mudeiii de novooo o template }


Agora os selos:



E este foi dee:




Regras:

1- Coloque o Selo No Seu Blog

2- Passe Para 10 Blogs, que você considera extremamente viciantes!
( Indico para os dois selos o/ )

http://sentaqueeuteconto.blogspot.com/
http://desirestreet.blogspot.com/
http://www.jadeamorim.com/
http://comonasprimeirasconversas.blogspot.com/
http://soniferailhaa.blogspot.com/
http://bocadekabide.blogspot.com/
http://pequenapraquemve.blogspot.com/
http://gabizinhacastro.blogspot.com/
http://rafaelaks.blogspot.com/

3- Informe aos indicados
( eu vou fazer esse ainda)


4- Dizer 3 coisas que pretende fazer no futuro

- Eu quero viajar pelo mundo
- Consegui realizar meus sonhos profissionais
- E ser simplesmente feliz e saudável o/

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Presa (?)




"Comi a carne e era fria, e não continha nenhum sabor
O sangue me alucinava me fazendo um mostro sem pudor
Eu era um anjo negro procurando por amor
Só que Cai nas garras negras somente da dor."

Eu adormeci.

Acordei cega com a luz, sem saber minha direção, eu estava morrendo apenas por não encontrar a escuridão.Eu apenas sentia o calor da luz, e a falta direção dos meus sentidos.

Quando a luz passou meu corpo gritava, e minha alma girava, e os meus olhos ardiam, eu não podia compreender o que acontecia comigo, enquanto a dor amenizava, enfim eu pude abrir os meus olhos, sentei-me no chão sem razão, e sem emoção, olhei para os lados procurando compreensão.

Apenas achei um quarto vazio que cheirava a solidão, gritei, e logo senti como se estivesse em uma jaula presa por alguém invisível, preso na minha alma, que não tem como se libertar.


... (?)


{ Eu to procurando minha criatividade, alguém viu?...Escrevi isso dai, não sei se continuo, se isso foi um fim, só sei que escrevi , continuo sem tempo, mesmo assim. Beijos para todos. Ta bem difícil postar.Obrigada aos meus 29 seguidores}



VIVA O DIA MUNDIAL DO ROCK!!!



quinta-feira, 9 de julho de 2009

Vendida Alma

"De todos os lugares do mundo, se apagaram as luzes que sustentavam o meu juízo!"



Eu vendi minha alma por pouco
Por pouco trocados de amor
Troquei minha vida inteira
Pelas flores, baladas e rock roll

Eu vendi minha alma por pouco
Por pouco dias de luzes
Troquei minha vida inteira
Pelo inverno, verão ou cruzes

Eu vendi minha alma por pouco
Por pouco momentos de alegria
Troquei minha vida inteira
Pelo amor, sexo e poesia

Eu vendi minha alma por pouco
Por pouco dias de conhecimento
Troquei minha vida inteira
Pelos baratos sentimentos

Eu vendi minha alma por pouco
Agora sinto as dores do ocorrido
Vivo agora minha vida aos poucos
Porque já não sei onde está meu caminho.

Ariane Castro

{ Eu ainda to sem criatividade.Recebi dois selos só que não tá dando para postar meu tempo tá curto (?) =z.

Devo confessar que também estou com um buraco enorme no peito agora, estão tá até difícil pensar, logo logo, posto tudo que tenho que postar, enquanto não posto, coloquei esse poema.

Foootoo é daaaaaa minha amiga, fiz associação com o texto e com a situação do mundo como estamos.

Beijos e obrigada aos meus seguidores todos. }

terça-feira, 7 de julho de 2009

Michael/Cazuza




Smile
Charles Chaplin

Smile,
Tough your heart is aching
Smile,
Even though it's breaking,
When there are clouds in the sky, you'll get by
If you smile
Through your fears and sorrow, smile
And maybe tomorrow
You'll see the sun come shining through for you.
Light up your face with gladness,
Hide ev'ry trace of sadness,
Altho' a tear may be ever so near,
That's the time you must keep on trying,
Smile,
What's the use of crying,
You'll find that life is still worhwhile,
If you just smile.


Para todos que sentem alguma dor nesse momento!

- Depois que vi o Tributo para o Michael eu fiquei pensando, como realmente ele tinha bom gosto, e assumo que das minhas músicas prediletas dele, é dá época do Jackson 5, por isso que coloquei essa foto para podemos passar na memória, pelo menos um bom momento, que ele estava com uma carinha de alegre, que ele estava aqui sabe, de corpo e alma, eu não sou uma super fã, só que poxa, ele é muito bom, e só postei isso hoje porque eu esperava que alguém me falasse que ele não tinha morrido mesmo, porém hoje, e agora eu sei disso, e apesar de acreditar, que a alma dele vive em nós, é um momento bem triste. ( e sim eu chorei quando a Paris falou --' )
[...]


O Tempo Não Pára
Cazuza / Arnaldo Brandão

Disparo contra o sol
Sou forte, sou por acaso
Minha metralhadora cheia de mágoas
Eu sou um cara
Cansado de correr
Na direção contrária
Sem pódio de chegada ou beijo de namorada
Eu sou mais um cara

Mas se você achar
Que eu tô derrotado
Saiba que ainda estão rolando os dados
Porque o tempo, o tempo não pára

Dias sim, dias não
Eu vou sobrevivendo sem um arranhão
Da caridade de quem me detesta

A tua piscina tá cheia de ratos
Tuas idéias não correspondem aos fatos
O tempo não pára

Eu vejo o futuro repetir o passado
Eu vejo um museu de grandes novidades
O tempo não pára
Não pára, não, não pára

Eu não tenho data pra comemorar
Às vezes os meus dias são de par em par
Procurando uma agulha num palheiro

Nas noites de frio é melhor nem nascer
Nas de calor, se escolhe: é matar ou morrer
E assim nos tornamos brasileiros
Te chamam de ladrão, de bicha, maconheiro
Transformam o país inteiro num puteiro
Pois assim se ganha mais dinheiro

A tua piscina tá cheia de ratos
Tuas idéias não correspondem aos fatos
O tempo não pára

Para todos que sentem alguma dor nesse momento!²

- Segunda parte desde post, também é triste para mim, porque faz 19 anos que o Brasil perdeu o Cazuza, e 19 anos que o mundo perdeu um poeta, eu não tinha nem nascido quando ele já tinha ido, porém isso é pequeno se for comparar com o talento dele, que por muitos anos ainda vai repercutir em diversas pessoas, que nunca poderam ver um show ao vivo dele.
Poderemos apenas ficar com ele na memoria. como um cara de talento e que respirava música e poesia, que nele era tudo um, que com ele era tudo maior, eles mesmo diz que o tempo não para, não vou ficar remoendo isso muito, e só queria dizer por fim: "Cazuza, onde você estiver, você foi e sempre será o cara".


- Por fim eu ganhei um selo, só que logo eu posto, to com visita em casa, estão fiquei com preguiça de escrever algo ( = sem criatividade).

"Entre mortos e feridos
Venham todos, não esperem
O caminho é pela direita
Não mudem de direção
O mundo esta nos chamando

A minha esperança é a sua
E guardo todas elas na sua mala
De sonhos e ilusões
Eu estou vivendo
Para chamar o seu nome

Vivendo para não morrer
Para não me acabar
Enquanto eu espero
Que o mundo passe com
suas cores multifocais"

ARIANE CASTRO

(WHAT'S IT? )

(Obrigada aos meus 26 seguidores *-*)
imagens e letras das músicas tirada do terra.

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Uma estrada


"A dor era evidente
Incrustada em minha expressão
Eu não gritava, eu não chorava
Apenas esperava por redenção."


Do alto do morro, eu vi uma estrada, era pequena e estreita, era de barro, com flores e grama do lado, algumas árvores altas marcado os lados do caminho, e do final da estrada mesmo de longe eu podia ver o sol que queria se esconder, parecendo correr de mim.

Sentei no chão frio, esperando que a coragem brotasse e eu pudesse novamente andar, minhas pernas não se movimentavam direito, parecendo quebradas, rejeitadas pelo corpo, gritando para que eu não reagisse.

O tempo passou eu não contei os segundos, horas, ou minutos, só sei que o tempo pareceu grande para que me sentisse forte novamente, só andei quando a dor passou e as feridas do destino se cicatrizaram, eu ainda tinha receio e eu me certificava que agora estava tudo bem comigo e que eu agora podia prosseguir.

Caminhei devagar como se testasse um novo corpo, levantei a cabeça e encarei minha vida, cansada de ficar parada e cansada de esperar por coisas que não sabem como chegar no óbvio.

Caminhei pela estrada estreita, de flores do lado com o sol partido, e árvores com frutos dourados que só que quando cheguei perto percebi, olhando somente para frente, vendo os meus cabelos enrolados, subirem com o vento, em um dia iluminado e eu estava seguindo totalmente contente.

Ariane Castro

{ Eu estou melhor \o/ ( apesar que eu tive reação alérgica ao remédio para dor ¬¬), tomando todo o remédio de dor possível, e estou bem.
Fiz o texto como sempre vindo de um lugar que eu já não sei de onde, porém acredito que não ficou de todo mal, obrigada aos meus 23 seguidores o/...e beijos }


sábado, 4 de julho de 2009

Sinal


"Entre por essa porta agora
E diga que me adora
Você tem meia hora
Prá mudar a minha vida
[...]"

Adriana Calcanhotto - Vambora


Eu ando pela casa, me perguntando sobre muitas coisas, só que você me distrai, me fazendo sorri, até mesmo quando você não está aqui, o seu sorriso me parece como miragem ou talvez delírio, ou já não sei, e seu perfume invade o ambiente, eu não consigo me controlar.

Então eu saio de casa, para diminuir sua presença, você me encontra onde eu estou, só que eu sei que é apenas a sua essência e então eu grito aos quatro cantos do mundo, que o meu amor por você, é tão grande e profundo, que não tem como eu me esconder, eu já tentei, me segurei.

Com isso deixei os problemas para trás, agora eu já sei solução, porém não se iluda, porque eu não sei como usa-las.Eu tenho alguns dilemas, só que nada importa, porque você é a minha porta de entrada para a minha própria vida.

Você é algo que posso tocar,penso em minha caminhada, será que você é minha? ...Ou será que vou viver apenas de sonhar?... Eu sei, eu estou realmente batendo no mesmo ponto de todas nossas conversas, só o que importa?. Eu só quero que me escute, e que me entenda, me interprete e me responda.

Me dê um sinal e responda para minhas angustias, se você é o meu coração, ou se apenas um amor de verão que se acaba quando o sol se esconde, e as cores somem, trazendo a escuridão da noite.

{ Tá eu já fiz coisas melhores, só que eu to doente ( dor de ouvido e garganta ), e tals, não to tendo condição de pensar direito, Oo, ai fiz isso hoje, editei uma foto antiga e postei, tentei escrever pouco, para escrever algo no mínimo bom, escrevi porque tenho esperanças que a pessoa leia e entenda --' e espero fazer uma outra publicação com esse titulo só que outro dia =z...Beijos para todos e desculpeee aee }

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Apoiada em seus sonhos!



O que quer dizer partir para você?
É levantar voo de um lugar, e não voltar?
É ver o sol se pondo todos os dias?
O que quer dizer estar partindo para você?
Eu não sei, eu não sei

Eu estava aqui parada apoiada em seus sonhos, vivendo nele como se fosse nossos sonhos, ouvindo as suas palavras sem duvidar jamais que você estaria aqui para sempre, era farta a ilusão do momento só que eu parecia não perceber.

Na minha realidade era com você eu sempre poderia contar, é bem engraçado como eu sou dependente agora de você, e como você não esta aqui, eu sinto um aperto, só que é um aperto em meu ego, pensando porque eu te perdi.

Quando você aparece é só alegria, mesmo quando você não dá a atenção que eu necessito, ou até as vezes me ignora de fato para que eu não me iluda mais (?).

Só que começo a ficar cansada, e estou entendendo que dessa vez você me deixou realmente, eu sei que eu te amo, eu sempre soube, só que nossos amores são diferentes, eu tenho algo que não se pode trocar.

No fundo eu só queria estar com você, eu precisava da sua alma, e do seu coração para me manter em pé, agora você se foi levando tudo que eu tinha, e olha, eu já não tinha tantas muitas coisas assim.

Você levou até minha sanidade, porque eu só consigo pensar em você.

Eu sei que você está fazendo o melhor para você, só que cada dia que passa eu me devoro com a tua ausência.

Quando o telefone toca, vejo que não é você, me sinto perdida.

E agora eu sei eu estou dependente de seu amor, só que eu ainda sei, com o tempo isso irá passar, se quiser voltar já será muito tarde.

Ariane Castro

[ Esse é meio que um desabafo real, é um problema de percurso, fiquei pensando se devia ou não postar ele, e como hoje eu não tinha nada para postar, e estava com esse texto pronto, eu resolvi postar ele, beijos para todos
]

terça-feira, 30 de junho de 2009

Destruição do Mundo


Os carros estão nas ruas, destruindo pessoas no caminho, acabando com a vida de alguns inocentes, e de alguns não tão inocentes assim, eles vão sem ver e sem sentir, matando por conveniência.Não sentindo ausência de nada e não pensando naqueles que choram pela falta, se saciando do simples prazer de matar, o sangue fica na calçada e não tem ninguém para limpar, o tempo vai passando e as atrocidades vão aumentando.

É tanta guerra, terrorismo, assassinato, roubo, estupro, tráfico, o que o mundo está se tornando?

Eu ouço o grito daqueles que se foram, são fortes, que até eu sinto medo até de dormir, e perder aqueles gritos que me dizem coisas para que eu possa continuar a andar.

Quando ando na rua, não sei o que as pessoas olham tão desconfiadas para mim, eu estou vivendo minha vida, pisando apenas na parte preta do chão, sem medo de cair ou de errar, eu ando sempre no lado que eu tenho que andar.

O que eu não questiono eu invento, ou pesquiso e logo me vem a ideia:

Onde estão as crianças desse mundo? ...O tempo se arrasta sem resposta e alguém me diz "Estão na luta, na luta da vida." E eu ainda me risco a perguntar: "Elas irão voltar?"...Sinto um nó na pergunta esperando um sim, só que Deus sabe que não é assim e a voz se volta para mim, e como mágica eu posso sentir o seu hálito amargo: "Não, não, não, elas não puderam voltar..." E a voz fica pairando sobre minha cabeça parecendo não ter um caminho certo, ela não para, e eu fico consciente, que o mundo é o que eu vejo, estamos caminhando para onde?. A pausa é longa, só que a resposta é só uma, e todos sabem.

Mas vivo na esperança que tudo irá mudar, porque isso é a única coisa que tenho para viver.

Ariane Castro

/Eu não sei da onde saiu, são uma daquelas coisas que vem e eu mal me lembro quando eu escrevi, apenas sei que escrevi, apesar de estar um pouco criativa, eu estou com preguiça de postar todo dia algo, vou escrevendo aos poucos e vou postando, só sei de uma coisa nesse post, que o mundo está caminhando para um lugar não tão bom./

/Menina da fotooo minha amiga
*-* /

domingo, 28 de junho de 2009

Aquela Canção!


"Agora eu junto as suas frases
De nossas palavras
Procurando significados
Do que restou
Para não admitir
Que o fim é claro (?)"

Toda vez que eu ouço aquela canção que você disse que era feita para nos dois, que iriamos ouvir ela para sempre, apenas para saber que estávamos juntos, e que tínhamos algo para comemorar, que era o marco eterno de nossas vidas, que enquanto eu te beijava e te abraçava era realmente em mim que você pensava e jamais nos outros de sua vida.Quando a canção acaba dura apenas algumas horas ( eu queria apenas que fossem segundos ) para a sua lembrança se amenizar, e a dor a baixar, não que eu tenha te esquecido eu apenas fico entorpecida.

Só que a canção volta a toca, e com aquela canção que toca parecendo tocar na ferida e apertar fundo, até que eu grite, só que eu resisto sofro em silêncio, eu sei que você não pode me entender, eu já não choro muito quando estou sozinha, olhando a nossa foto.

Todas as suas lembranças me fazem pensar porque tenho correr até você, sendo que os nossos sinais são tão evidentes, e que o nosso amor grita, para que fiquemos juntos, eu penso muito sobre nos dois e o que fiz de errado para termos chegado ao fim, pois estamos parados em um lugar que não podemos mais seguir.

As vezes eu me pergunto se tivemos uma historia, ou foi apenas um sonho meu, por apenas te amar demais.

Eu me pergunto se estava em um eterno delírio.

Ou porque se estamos tão longe, e eu ainda sinto o seu perfume no ar?

Ou porque até mesmo a sua voz, me faz sofrer, por não poder te ter, me pergunto porque toda lembrança dói, e agora nada é muito simples para mim, tudo é forte, tudo parece me encaminhar para uma impasse algo que eu nunca vou controlar.

As vezes eu me pergunto, se eu querer ultrapassar essa linha é querer muito, se é pedir que você faça algum tipo de sacrifício eu mostrar para o mundo, que nosso amor é tão real, quanto as asas de um pássaro que voa livre no céu.

Ariane Castro
Ps: É isso aeee pessoal!
Ps²: Eu mudei o fundo, mudei o nome e ainda a imagem ali de cima, não sei se alguém gostou ou não, porém vai ficar assim até me decidi o que usar, eu mudo muito as coisas, me canso logo das coisas.

Outro selo *-*


Ganhei um outro selo, só tenho que agradecer, ele é tão lindo*-*!!!

Regras:

1- Exiba a imagem do selo "Olha que blog maneiro".


2- Poste o link do blog que te indicou.

http://priscilarode.blogspot.com/


3- Indique 8 blogs de sua preferência.

http://gabizinhacastro.blogspot.com/

http://hibernar.blogspot.com/

http://deesabafoo.blogspot.com/

http://rafaelaks.blogspot.com/

http://comonasprimeirasconversas.blogspot.com/

http://unsdesvaneios.blogspot.com/


4- Avise seus indicados.

5- Publique as regras.

6- Confira se os blogs indicados repassaram o selo e as regras.
(Esse aposto que eu não vou cumprir
)

Beijos

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Dia cinzento


"Me servi com um prato frio
Tentando não olhar os vermes
Que me corroíam
Na minha pura ilusão
De todos os dias"

Eu estava sentada olhando o nada, tentando não viver, ou viver e viver sem saber.

O dia era azul, depois ficou tudo tão cinzento, eu não sabia se precisava me esconder, ou se não devia me importa, abracei as minhas pernas até que de cinzento o dia ficou preto, eu não chorava me sentia entorpecida, parada em um lugar que não saberia jamais voltar.

Quando me levantei as pernas estavam bambas, o céu sem estrelas e o meu coração devagar.

Olhei para o lado e eu vi o reflexo de algo.

Quando me encarou, me sorriu como quem não quer nada, me observou parecendo nutrir desejo,eu tive medo, só que não deixei de olhar, e quando eu encarei a morte me serviu como se fosse uma irmã, me falou das coisas boas, me escondendo as tão ruins, só que eu sabia, não era tão tola, sabia o que existia ali.O que ela queria me mostrar era bem mais do que eu poderia sonhar, era tão ilusório que tive vontade de chorar, ou até mesmo de ri.

As palavras fruíam por ela, como se fossem verdade, mal reparou na minha ironia, eu sorria por fora e chorava por dentro, eu tinha medo e isso estava óbvio, eu nunca gostei do escuro, sempre preferi o claro, e até quando alguém me falava "buu" eu tinha medo, e agora eu estava defronte da morte que me falava com tanta cortesia que eu não poderia acreditar e ela me falou do mundo, me falou de quase tudo, eu observava quase boba, tentando não me enrolar, eu mal piscava e muito menos respirava, tentando me encontrar.

Ouvia a voz tão doce me dizendo o que não devia ou devia fazer, por onde eu devia percorrer, eu sentia um arrepio todo o momento que eu tentava me entender, eu não deitei, ou sentei, fiquei em pé, olhando para a profundidade das palavras e da situação, era muita escuridão, e eu estava com medo.

Quando percebi estava perdida na escuridão, e não podendo assim voltar, meu corpo não mexia e minha alma não queria acordar.Eu estava presa em um quarto escuro, com a morte ali para me levar.


Ariane Castro

Ps¹: Eu não sei da onde saiu isso, mas postei
Ps²: Sou eu na foto. =x