terça-feira, 6 de outubro de 2009

Realidades das mais reais



"Eu estou sofrendo, e a dor é tão grande, que eu já não sei como eu posso suportar."

Meu coração partindo em tantos pedaços, que já não há como eu possa reparar
Pedaços que vão se perdendo eu meio ao vento que corta as ruas por aonde eu vou
Me jogo pelas calçadas tentando não ouvir voz alguma
Tentando esquecer os meus pecados pelas janelas que não consigo abrir
E mesmo assim tudo está aqui, e quando eu corro e apago, tudo parece cair sobre mim

A pausa e a dor de tudo se intensifica a cada segundo, e eu acabo sempre chorando
Tento esconder os meus fantasmas em caixas douradas, só que eles não querem entrar
E as chaves das portas não funcionam, e eu não posso me trancar

O sol se apagou, as estrelas caíram e a lua já se foi
Os anjos me deixaram e não mais voltaram

Eu caminho com os meus joelhos a doer
E a cada respiração a mais eu não sei o que fazer
Às vezes eu me desespero e grito no silêncio
Tudo bate e cai só que nada de alguém se mover

Deito no chão sentindo o frio dos azulejos, conto as estrelas que não existem mais
Ao som de músicas que me fazem lembrar de tudo que eu já quis fazer
Os sorrisos ecoam na minha mente lentamente me fazendo lembrar de tantas coisas boas
Que algo me remete a você e no meu amor que ainda não se desligou,
Só que algo de você que era tão bom, morreu dentro em mim
E você não pode fazer nada porque você não está aqui
Agora sei que dificilmente você estará e quando eu sonhar, apenas será eu meus sonhos que eu posso te encontrar.

Ariane Castro
P.s: Que as palavras me ajudem, porque a coisa tá complicada.
Desculpe se me estendi com o texto, só que a emoção foi mais forte.
Beijos

25 comentários:

Cris Teles disse...

"Dois são os testes mais duros no caminho espiritual: a paciência para esperar o momento certo, e a coragem de não se decepcionar com o que se encontra."

Parabéns pelo blog!E obrigada pela visita ;)
Beijos!!

Erica Ferro disse...

Tão triste, mas tão lindo (que contradição eu sou!).

Ai, Ariane, virei tua seguidora...
Adorei esse texto (mais poesia do que texto ♥!), me identifiquei MUITO.
Já escrevi algo sobre fantasma, dor e tal.
Depois, se tu quiseres, passo o link da postagem.

Ei, fico muito feliz por gostares do meu blog, viu?
MUITO feliz mesmo.

Beijo.

- gabs, disse...

oooooooooooooooun. Ler esse horário da noite, apos chegar do curso, é barra. A gente começa a ler duas mil vezes a mesma linha, mas eu fui até o fim! É intrigante, porque nos penetramos na escrita e passamos a imaginar.
Beijos.
obrigada pela visitinha no meu blog *-*

being fashion is... disse...

the life is not easy... :(

Ludmilla disse...

Nossa, que impecável. Como é bom começar o dia lendo coisas tão belas. Eu como boa vivante te digo: Sempre acredite no que tudo indica a não existir. Beijo prazer.

Gêsa disse...

, Lindo Ariane.

Quando eu me sinto mal, feliz, ou confusa, sempre descarrego no blog, não sei se acontece com você, mas eu sinto que estou mais leve.

beeijoos

~*rafasonehara disse...

Eu tava morrendooooooooooo de saudades
de vim aqui ler seus textos..
não peça desculpas por eles as vezes serem longos
cada palavra expressa um sentimento muito seu
e eu amo saber que esses seus sentimentos
as vezes são tão parecidos com os meus
mais os seus viram poesias e os meus bom sei láa uhaishiuash
se vc fazer outro flickr me adda como amiga!!
beijooooooooooos
e não suma mais!!!

Tato Jota disse...

Gostei do Post .. Palavras tão lindas quanto tristes! .. só não gosto de pensar nesse tom de dramaticidade .. negatividade só atrai negatividade! então trate de se animar, junta a turma e corre por ae .. pq a poesia está lá fora! anda .. ta esperando o q? para de ler isso e vai logo! ^^ bjão!

Gabriela Castro disse...

Gosto muito das coisas que você escreve. Sinto sinceridade e verdade em cada palavra. Que bom que isso aqui existe!
beijos

jadeamorim.com disse...

Muito lindo o post, mesmo que triste. Te entendo super. Faz assim, respira fundo e vai a luta! =D


Beeijos!

Sofia disse...

Liiiiiiiiiindíssimo o texto! Parabéns!
beijos,
Sofia
(http://pirulito-no-palito.blogspot.com/)

Márcia Amaral disse...

nossa, beeeeeeem profundo né? mas eu gostei ;

Katrina disse...

passou um filme aqui, cada palavra, cada sentimento. Garota, que força em cada letra!
Lindo

=*

Stephanie Pereira disse...

posso pedir-te uma coisa?
nao para de escrever nunca, viu?
tuas obras sao perfeitas...

Sylvio de Alencar. disse...

A riqueza de nossa alma é incalculável, como os sentimentos é umas das maneiras que temos para expressá-la, fico feliz em vê-la expressando a sua.

cáa disse...

Nossa,me emocionei e me identifiquei muito com esse texto.
parabéns

jadeamorim.com disse...

Heey floor, hiper obrigada pelo coment lá no blog!
Tem post novo viu?!?! =D
Ficarei esperando um por aqui! ;D

Beeijos!

Deni Maciel disse...

ééé....até tristemente textualizando suas palavras se tornam brilhantes.
ótimo ser premiado com lindas palavras que refletem e ajudam *-*
abraços
ótima terça
e feliz dia das crianças remelentas e choronas ou não atrasado...
=]

Megumi ~ disse...

Não se preocupe quanto a se extender. É bom botar as emoções para fora, principalmente quando nos fazem mal. Não é fácil aguentar a dor, e às vezes mesmo quando a agonia alivia, as marcas ficam. Talvez para o resto da vida. O importante é ter força e aprender a seguir em frente. Beijo, boa sorte, e desejo tudo de bom para você.
PS, perdoe-me a ausência, agora eu que tive problemas com pc ._.

May disse...

Nossa, que muito lindo isso *-* Fiquei tipo relendo umas mil vezes, até salvei aqui.

Marie disse...

triste mas real e profundo. Ameiiii
. O blog tá de volta.beijos

Desi disse...

oi querida!
que texto triste, dte desejo um pouco mais de alegrias se é tudo isso que está passando dentro do teu coraçãozinho. Mesmo assim, parabéns pelas palavras!

bjinhos!

Andarilho Descalço disse...

Acho que tudo o que você quiser fazer de bom pode ser feito, contanto que você o faça, ou deixe que seja.

Deni Maciel disse...

temos que ser fortes.
ou sei lá..demoonstrar força.
encontrar lugares.
pessoas...
e afins que possam nos confortar/ajudar....
e tudo aos poucos vai se encaixando ou mostrando uma saida menos dolorosa..e etc..
abraços e ótima semana
=]

Gabriela Castro disse...

Vamos brincar de aparecer? Rsrs
Saudade de você!
beijos