domingo, 14 de fevereiro de 2010

Congele as palavras! ( E pedindo de desculpa pela ausência )


''Quando eu penso que não te tenho, você ameaça andar em minha direção!''

Agora o tempo não faz sentindo e eu não posso dizer nada há você, o meu coração está todo partido em milhares de pedaços, que você não pode ver, estou tão cansada desse amor que mal suporto andar, e o sol queima os meus olhos de maneira que já não posso enxergar, estou enlouquecendo em meu quarto, enquanto olho os nossos retratos e já não posso te tocar, mesmo que seja apenas um pouquinho.

Viver de mentira, não serve para mim e você sabe, só quando você sorri eu esqueço de tudo o que aconteceu, e mesmo assim sabemos que eu não posso voltar, e você não consegue ir, e quer ficar aqui no meu passado, decorando todas as minhas memorias docemente.

Mas você sabe que todas as minhas palavras de amor são para você, e mesmo quando eu não te quero eu estou te amando, não importando para onde eu vou ou com quem estou, é sempre por você que me coração grita, mesmo no meio de tanta dor.

"Não sei para que tantos jogos, se você já sabe que está me amando!"

Ariane Castro

P.S: Eu quero pedir um milhão de desculpas por ter sumido, só que tudo tá tão louco, tanta coisa para fazer, não tenho ficado em casa, e agora que eu estou aqui, eu estou escrevendo, e quero dizer que senti falta de todos que comentam aqui, obrigada pelos comentários da ultima postagem e logo visito o blog de todos

13 comentários:

Elizabeth disse...

Caralho meu, que lindo. Nossa, amei, amei mesmo.
Muito lindo amor.
Diva s2

* Anjo Desatinado * disse...

Belíssima descrição de um sentimento puro.

É romântico, sem ser piegas ou brega.

Lindo!

Bjs

Lu disse...

''Quando eu penso que não te tenho, você ameaça andar em minha direção!''

Amei isso.

Beijos.

Gabriela Castro disse...

É sempre o amor, o causador de tudo! rs
Aproveito para te convidar para conferir a reforma que fiz no blog. O 'Não solta a minha mão nunca, tá?!' agora é 'Segredos de Travesseiro'. O conteúdo continua o mesmo, mas agora está mais com a minha cara. Espero que vc possa visitar a minha nova casa :)

beijos

Maria Luísa disse...

won *-*
senti falta dos seus posts =]

Megumi ~ disse...

mesmo sumida, não perde a inspiração!
Eu também tô enrolada aqui, e com a volta às aulas agora piorou, então tô passando só para deixar sinal de vida meso. Não esqueci do seu blog! BEijo!

B. disse...

Lindooooooo demais :)

Erica Ferro disse...

Esse tal de amor!

Perdoada pela ausência.
:*

Hod disse...

Bem dicotômico,

Por vc ser mulher há uma homengem para vc lá em minhas atmosferas.

Forte abraço com muitas bençãos.

Hod.

' Jαdє Amσrιm disse...

É, é triste quando a pessoa se vai!
Eu também andei sumida do blog, mas também voltei! ^^


Beeijos!

Fernanda L. disse...

Ain, estar presa ao passado por causa de alguém é a coisa mais complexa do mundo, né? Bom e ruim, tudo ao mesmo tempo.

Adorei o texto! Irei voltar, haha.

Thays disse...

me encontrei em suas palavras, vc é tão sensivel na escrita que me emociono quando entro em seu blog... Parabens vida *-*

LOCADAFACA disse...

PUTZ, ADORO ESSE JOGO...ARKANOID =D ATOROOOORON, TEU BLOG É UMA FOFURA, EU ADORO...SEMPRE DOU UMA PASSADINHA, OS POEMAS SÃO LINDOS, TÚ TEM TALENTO...=D